DICAS: Como programar uma viagem LGBT friendly

Como programar uma viagem LGBT friendly

Viajar para um país estrangeiro com uma cultura diferente é, por si só, um desafio. Porque como turistas temos que nos adaptar a essa mesma cultura e costumes. Mas como casal LGBT há ainda mais preocupações. Hoje deixamos-te dicas sobre como programar uma viagem LGBT friendly.

O preconceito ainda é uma realidade nos dias de hoje, por isso quando viajamos temos de estudar bem o destino. Temos de perceber bem o contexto religioso, os costumes e tradições desse país e até mesmo a aceitação da comunidade LGBT para perceber até que ponto podemos estar à vontade. Se não existir este estudo prévio, a viagem pode tornar-se desagradável em vez de tranquila e inesquecível.

Por outro lado, já existem muitos destinos que são “gay friendly” e que para além de serem muito recetivos e amigáveis com a diversidade, têm até locais específicos para a comunidade LGBT, como bares, festas, etc.

Encontrar locais LGBT em viagem pode ser uma tarefa bastante difícil. Isto porque muitos destinos não têm o distintivo de “gay friendly” ou então os eventos e locais da comunidade LGBT não são tão conhecidos ou abundantes.

Enquanto viajantes LGBT com um blogue pessoal de viagens, juntamos estas dicas para que possas encontrar locais da comunidade LGBT quando estás em viagem:

  • Demonstração em público

Antes de viajares para um destino, tenta encontrar informação sobre a aceitação da comunidade LGBT no país. Isto é essencial, não vás andar de mão dada com a tua namorada/namorado e seres alvo de preconceito. Portanto, se quiseres estar à vontade num parque ou nas ruas pesquisa primeiro. Se estas solteiro estás, à partida, livre deste tipo de julgamentos.

  • Capitais mais recetivas

Normalmente, a capital de determinado país é o local onde há mais diversidade de cultura, religião, raça, etnia etc.. Ou seja, mais concentração de pessoas e portanto mais probabilidade da comunidade LGBT ser aceite e de existirem negócios e locais “gay friendly”.

  • Bares e Café 

Nós, como casal, gostamos sempre que viajamos de desfrutar de uma saída à noite. Não tem de ser necessariamente uma ida à discoteca. Ás vezes até preferimos ambientes mais calmos, como cafés ou bares. Uma opção também passa por pesquisar quais os bares, discotecas e cafés “gay friendly” no destino. Se esse destino não tem, como Paris, uma maior abertura à comunidade, a pesquisa prévia destes locais vai-te poupar alguns olhares.

  • Eventos LGBT

Outra grande atração para a comunidade LGBT quando viaja são os eventos. Se viajares para algum destino em junho haverá maior probabilidade de encontrares um evento LGBT uma vez que é o “Pride Month”. Tens festas, marchas, entre outros.

  • Destinos “gay friendly”

Já sabemos que nem todos os países aceitam a comunidade LGBT tão bem quanto outros. Por exemplo, viajar para a Tailândia não é a mesma coisa que viajar para a Holanda. Temos de perceber bem o quão recetivo é o país no que toca a estas questões, pois também vai definir um sem número de coisas: quantidade de pessoas da comunidade LGBT, bares, cafés e eventos, por exemplo. Mais para a frente iremos publicar quais os melhores destinos LGBT. Podes também dar uma espreitadela no site da IGLTA para conhecer um pouco melhor os destinos e negócios da comunidade.

Há, portanto, uma grande variedade de fatores que fazem de um destino confortável (ou não) para a comunidade LGBT. Estamos cá para ajudar com o que precisares 🙂

E tu, tens alguma dica para encontrarmos um bom local “gay friendly”?

Deixe uma resposta