LONDRES: Relato de uma principiante

A viagem a Londres não foi novidade para a Marisa mas, a Luciana foi uma estreante por terras londrinas. Portanto, fica aqui um testemunho real sobre esta viagem. 

Big Ben; Família Real; Harry Potter; Sotaque Britânico; Pequeno-almoço c/ovos e bacon; Condução ao contrário; etc. São algumas das associações que fazia quando pensava em Inglaterra. A minha visita a Londres já poderia ter acontecido antes, mas, por um motivo ou outro, acabava sempre por não se concretizar. Sempre foi um destino que tive curiosidade em conhecer. E agora consegui ter uma opinião real sobre, pelo menos, a capital londrina. Sem querer já desvendar tudo, fiquei surpreendida! Mas pela positiva!

Antes do dia do embarque foi necessário fazer o câmbio da moeda uma vez que, no Reino Unido, se utiliza a Libra e não o Euro como acontece em Portugal. E optamos por fazer essa troca numa loja que não fosse no aeroporto. Malas preparadas, dinheiro trocado e bilhetes prontos. A viagem correu muito bem (as saudades de viajar de avião já eram muitas!)! Mas a aterragem foi um tanto para o atribulada. O vento e o frio que fazia não ajudaram também.

O primeiro contacto com o sotaque britânico foi fantástico (ADORO!) e o clima não foi surpreendente, uma vez que já estava habituada aos relatos das pessoas descontentes com os dias cinzentos do UK (mas, até conseguimos dias melhores que em Portugal!!).

IMG_20180309_124050_HDR.jpg

A condução ao contrário (conduzem do lado esquerdo na estrada) foi muito estranha para mim. Nunca tinha estado num país em que assim fosse! Mas em autocarros não senti muita diferença, foi mais impactante quando andámos de Uber. Super estranho ver o condutor do lado direito!

O primeiro dia foi dedicado a visitar os Estúdios do Harry Potter  portanto não consegui formar, à partida, uma opinião muito construtiva sobre a capital e sobre os londrinos nesse dia. Mas tive o primeiro contacto com a rede de transportes de Londres e com o famoso Oyster Card. E para quem vive ou conhece o Porto vai logo associar ao Andante. Teve um custo de (reembolsável) e cada viagem custava 1£40 para bus e 2£80 para o metro.

Sexta e Sábado foram os dias em que percorremos mais a cidade de Londres e pude então formar uma opinião sobre a mesma. Algo com que fiquei logo com excelente impressão foi o respeito dos britânicos em determinados aspetos. Por exemplo, nas escadas rolantes é comum ver-se a esquerda livre para as pessoas que estiverem com pressa poderem passar. No geral, achei os londrinos pessoas gentis e simpáticas. Não só no atendimento de lojas e restaurantes que fomos, mas também no hotel em que ficámos.

Os pontos turísticos que visitámos foram: Churchill War Rooms – Imperial War Museum, Buckingham Palace e St. James’ Park, Trafalgar Square, Piccadilly Circus, Camden Town, Tower Bridge, London Eye. O museu de Churchill adorei, não fosse eu admirar toda a época da segunda guerra mundial. Os jardins são simplesmente lindos! Patos, pombas, gaivotas, esquilos (e outras espécies de animais com nomes esquisitos) são residentes nos jardins que visitámos. O tempo não ajudou muito e para o fim da nossa visita aos jardins a nossa roupa já estava encharcada da chuva. Mas até nem me importei!

IMG-20180309-WA0022

Trafalgar Square e Piccadilly Circus são locais de muita movimentação, não só de carros mas principalmente de pessoas. Gostei muito da visita a Camden Town! É um local com muitas lojinhas onde se pode comprar lembranças (normalmente a melhor preço que no centro). Comprei uma sweat de Stranger Things a 10£! Não visitamos o interior da Tower Bridge mas tiramos algumas fotos. London Eye…Experiência brutal! A vista é qualquer coisa e a volta completa ainda demora uns 30 minutos.

IMG-20180311-WA0017.jpg

A minha primeira vez em Londres foi brutal e espero voltar em breve!

Deixe uma resposta