MALTA: St. Paul’s Catacombs

Quando estávamos a planear a nossa visita a Malta decidimos que iríamos visitar algo relacionado com a história do país (como já tínhamos feito em Londres). Pesquisámos e encontrámos as St. Paul’s Catacombs. A visita era barata (5€) – podes consultar os preços aqui –  e pareceu-nos adequado ao que procurávamos.

As St. Paul’s Catacombs (Catacumbas de São Paulo) são um típico complexo de cemitérios romanos subterrâneos interligados que estavam em uso até o século IV dC. Estão localizados nos arredores da antiga capital romana Melite (hoje rodeado por Mdina e Rabat), uma vez que a lei romana proibia os enterros dentro da cidade. Também compreende as catacumbas de Santa Agatha, San Katald, Santo Agostinho e muitas outras.

As Catacumbas de São Paulo representam as primeiras e maiores evidências arqueológicas do cristianismo em Malta. O local foi limpo e investigado em 1894 pelo Dr. António Caruana, pioneiro da arqueologia da era cristã em Malta. Nos dias de hoje é administrado pela Heritage Malta.

A entrada para o complexo principal das St. Paul’s Catacombs leva a dois salões consideravelmente grandes, adornados com pilares feitos para se assemelharem a colunas dóricas e gessos pintados, a maioria dos quais agora desaparecidos. De acordo com o que parece ter sido uma norma na maioria das catacumbas cristãs, estas salas principais estão equipadas com duas mesas circulares colocadas numa plataforma baixa com lados inclinados.

32215215_10155546492039352_8975727740145631232_n

As catacumbas acabaram por ser abandonadas.  A entrada principal estava bloqueada, mas o acesso ainda era possível através de um hipogeu independente em Djar Ħanżira (hoje beco das catacumbas). A escavação das catacumbas começou no final de 1800 e além da construção de salas de proteção, nenhuma outra conservação foi realizada no século XX.

Razões para visitar St. Paul’s Catacombs

  • É o maior cemitério subterrâneo romano em Malta;
  • Têm das primeiras e maiores evidências arqueológicas do cristianismo em Malta;
  • É um centro espiritual que serve como cemitério dos tempos púnicos e romanos;
  • Tem espaços que mostram como é feita a conservação do local bem como as técnicas utilizadas na escavação.

O local está aberto ao público todos os dias, das 9h às 17h. Contudo, nem todas as catacumbas podem ser visitadas.

Como Chegar

  • De carro, St. Agatha Street, Rabat RBT
  • De autocarro, paragem Inguanez (linhas 51, 52, 53, 56, 181, 201 e N52)

A experiência para ambas foi benéfica, uma vez que ficamos a conhecer um pouco mais sobre a história de Malta. Contudo, ficou um pouco aquém das expectativas. Esperávamos Catacumbas mais amplas e que a visita fosse mais interativa. A loja também não tem grande oferta (já para não falar dos preços). Mas, como dissemos, foi uma boa experiência para estarmos em contacto com a cultura maltesa.

Deixe uma resposta