PORTUGAL: Passadiços da Lagoa de Paramos

Durante toda, ou praticamente toda, a nossa vida moramos numa localidade e adotamos sempre uma rotina que não nos permite descobrir novos lugares da nossa cidade natal. Eis que a Luciana e Marisa decidiram investigar um local, há pouco tempo requalificado, a Lagoa de Paramos.

Nós, como casal, gostamos sempre de encontrar um meio termo no que respeita a destinos que gostamos. Na passada quinta-feira, feriado religioso, decidimos investigar os Passadiços da Lagoa de Paramos/Barrinha de Esmoriz.  Este caminho perfaz 8 quilómetros na sua totalidade e liga a Barrinha de Esmoriz à Lagoa de Paramos, Espinho.

Começamos o nosso caminho por Espinho, cidade natal da Luciana, nomeadamente pela freguesia de Paramos. Estabelecemos que os 8 quilómetros  de caminho não iriam ser completados, não só pela chuva mas também porque tínhamos planos para antes do jantar. A nossa primeira vista foi uma pequena ponte, porém decidimos não atravessá-la e fazer outro caminho.

 

Há uma mistura de sons, cores e cheiros neste local. Os pássaros, o som das ondas do mar, a cor azul da lagoa, o verde da vegetação e o cheiro a maresia fazem deste local um sitio bastante agradável para se passar uma tarde de feriado.

A requalificação dos Passadiços da Lagoa de Paramos/Barrinha de Esmoriz terminou no passado ano de 2017. Neste momento é possível percorrer os 8 quilómetros de caminho entre a Barrinha de Esmoriz e a Lagoa de Paramos por um passadiço de madeira e podes fazê-lo a caminhar ou de bicicleta. Este percurso pedonal só ficou aberto ao público em finais de 2017 e tem várias entradas. Nós optamos pela entrada da praia de Paramos, mas podes escolher a entrada sul, junto à ponte da Avenida Raimundo Rodrigues, em Esmoriz, por exemplo.

Depois de percorrermos algum caminho avistamos a Ponte onde se conseguia ter uma melhor vista da Lagoa de Paramos. Era também o local onde estava mais gente concentrada. Estavam até a fazer umas filmagens de casamento – cenário perfeito.

 

Depois de atravessarmos a ponte e percorrermos mais uns metros, avistamos o Observatório de Aves onde aproveitamos para tirar umas fotos, quer digitais quer na Polaroid 635.

Como já tínhamos planos para o final da tarde, acabamos por voltar para trás e terminar o nosso passeio por estas fantásticas paisagens.

Coordenadas GPS: aqui

Dificuldade: Fácil 

E tu? Conheces bem a tua cidade natal? Envia-nos sugestões.

Deixe uma resposta