Reino Unido: BREXIT, o que muda para os turistas

A expressão “Brexit” – Britain exit – foi muito falada e ouvida em junho de 2016, uma vez que marcou o referendo que ditou a saída do Reino Unido da União Europeia. Mas o que mudou, na verdade, para os turistas e viajantes?

ALERTA: Não é preciso começar já a puxar os cabelos para viajar para o Reino Unido.

Se acompanhas o nosso blog sabes que estivemos recentemente em Londres e por isso, podemos ter uma opinião baseada na nossa experiência. Mas na verdade as coisas não mudaram assim tanto, felizmente! Vai continuar a ser possível fazer uma escapadinha a Londres ou a ir ver um jogo a Manchester sem demasiados problemas. Não te esqueças é de estar no aeroporto com 2h de antecedência sem falta.

Então o Brexit mudou o quê afinal?

  • Desvalorização da libra esterlina

A moeda do Reino Unido está a sofrer uma desvalorização considerável e, por essa razão, viajar para o Reino Unido pode ser, até, vantajoso.

  • Controlo de fronteiras mantém-se

Uma vez que o Reino Unido não pertence ao espaço Espaço Schengen o controlo das fronteiras mantém-se, ou seja, a entrada em Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte são diferentes das dos restantes países da comunidade – em certos casos, necessário visto.

  • Xenofobia

Nas semanas após o referendo, os relatos de xenofobia aumentaram contra os emigrantes. Contudo os turistas não sentirão muito, uma vez que é mais problemático para os estrangeiros que vivem em Londres.

IMG-20180311-WA0017

Que documentação éserá necessária para viajar para o Reino Unido?

  • Cidadãos portugueses

Os cidadãos com nacionalidade portuguesa só precisam do passaporte ou do cartão do cidadão ou bilhete de identidade para viajar para Londres. Não é necessário nenhum visto. Ou seja, não haverá nenhuma mudança devido ao Brexit.

  • Cidadãos brasileiros

Brasileiros que visitem o país como turistas poderão entrar apenas com o passaporte, sem a necessidade de visto, por um período máximo 6 meses.

  • Países da União Europeia e do Espaço Económico Europeu

Os cidadãos de todos os países da União Europeia e do EEE (Espaço Económico Europeu) podem entrar no Reino Unido sem a necessidade de visto. 

Para quem não sabe, os países da União Europeia são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, Dinamarca, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Estónia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia e Suécia.

Os países do EEE são: Islândia, Liechtenstein e Noruega.

Outros países isentos de visto

Para passagens inferiores a seis meses, os cidadãos dos seguintes países só precisam levar o seu passaporte válido:

Hong Kong, Macau e Taiwan – para Taiwan são válidos apenas os passaportes com chip eletrónico.

Resumidamente, as coisas não mudaram muito e os turistas e viajantes poderão, ainda, beneficiar minimamente com o Brexit, por isso não deixes de viajar para Londres. Nós não sentimos muita diferença. Aproveita e lê o nosso artigo sobre a primeira vez em Londres da Luciana.

IMG-20180311-WA0025

Ainda ficaste com dúvidas ou receios? Envia-nos uma mensagem que nós ajudamos!

Deixe uma resposta